Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
12/06/23 às 16h23 - Atualizado em 14/06/23 às 14h57

Brazlândia receberá a sexta oficina do Plano Diretor

 

Encontro para discutir a região está marcado para este sábado (17), e é aberto a todos

 

LEANDRO CIPRIANO

 

Neste sábado (17), Brazlândia receberá a sexta oficina participativa da revisão do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT), organizada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh). O objetivo é a população discutir temas importantes para o desenvolvimento urbano da cidade, como regularização fundiária, meio ambiente, transporte público, entre outros.

 

O encontro está marcado para às 9h, no auditório do Centro de Ensino Médio (CEM) 1, Área Especial 2, Setor Sul. A ideia é que os participantes tragam as problemáticas da sua região e apontem os potenciais de onde moram.

 

Moradores de Brazlândia podem falar os potenciais da região

Com base na contribuição deles, o planejamento territorial será revisado, levando em conta aspectos como sustentabilidade, inclusão social, oferta de lazer, serviços públicos e moradia para a população. O Plano Diretor pretende não só organizar a cidade, como também promover bem-estar aos moradores.

 

“O PDOT é muito importante, porque é a norma responsável por definir a organização do território do DF. É no Plano Diretor que são definidas as áreas de oferta habitacional, de preservação ambiental, de regularização, áreas prioritárias para certos tipos de investimento, além das áreas urbanas e rurais”, explica o coordenador de Planejamento e Sustentabilidade Urbana da Seduh, Mário Pacheco.

 

Como o Plano Diretor possibilita que as demandas da população local sejam atendidas, a participação popular é de grande relevância. “O PDOT traduz muitas das demandas da população em lei. Por isso, a participação no momento de revisão dessa lei é necessária para que alterações mais efetivas sejam feitas na organização do território”, ressalta o coordenador.

 

Um dos que estão interessados no evento é o morador de Brazlândia e arteterapeuta Paulo Magalhães, presidente do Instituto Artes Cairos. “É essencial a população adquirir conhecimento e acesso à informação, e eventos como esse do PDOT podem trazer esse tipo de esclarecimento. É de suma importância que todos participem e, a partir disso, reivindiquem seus direitos”, afirma.

 

Quem pode participar?

 

Todos os moradores do Distrito Federal interessados em discutir o planejamento urbano e o futuro da cidade, de diferentes faixas etárias, gêneros e níveis socioeconômicos, podem participar das oficinas de todas as regiões administrativas.

 

Para isso, basta comparecer nas datas e horários marcados. O evento também será transmitido no canal da secretaria no Youtube, chamado Conexão Seduh.

 

Ao longo deste ano, são previstas 53 oficinas participativas com a população do DF. Confira o calendário completo.

 

Dinâmica

 

A dinâmica da oficina inclui momentos expositivos e outros dedicados para a população fazer suas contribuições. Os participantes serão divididos em grupos para debater temas diferentes e poderão fazer contribuições individuais ou em grupo.

 

Haverá também o registro de falas e percepções, debates em cada grupo, exposição dos principais temas discutidos e a construção de um relatório final da reunião, que será divulgado posteriormente. Fôlderes e cartilhas impressas serão distribuídas durante a oficina, explicando sobre o processo.

 

Mais informações podem ser acessadas no site www.pdot.seduh.df.gov.br.

 

Serviço

 

→ Brazlândia

Data: 17/6 (sábado)

Horário: às 9h

Local: Centro de Ensino Médio 1, Área Especial 2, Setor Sul (auditório)

Acesso virtual: pelo Youtube no canal Conexão Seduh

 

Próximas oficinas de junho

 

→ 22/6, às 19h, para o segmento construção civil, setor imobiliário, indústria e comércio

→ 24/6, às 9h, para a região administrativa do Gama

→ 27/6, às 19h, para o segmento LGBTQIAP+

 

Acompanhe a Seduh nas redes sociais:
@SeduhDF
@SeduhDF
@SeduhDF
seduhdf.comunicacao@gmail.com