Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/11/11 às 3h00 - Atualizado em 3/01/19 às 9h26

CONFERÊNCIA DAS CIDADES — Ceilândia e Taguatinga realizam 2ª etapa da Conferência Local

COMPARTILHAR

Neste sábado (05/10), as cidades de Ceilândia e Taguatinga realizam a 2ª etapa da Conferência Local da Conferência das Cidades. O encontro — coordenado pela Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano (Sedhab) acontece a partir das 8h respectivamente no Centro de Educação Profissional — CEP, EQNN 14 Área Especial, Ceilândia Sul, e no auditório do Centro Cultural Taguapark, Taguatinga Norte.

As duas cidades, por suas características socioeconômicas, realizam duas etapas locais da Conferência. A primeira reunião aconteceu no dia 22 de outubro e contou com a participação dos moradores de Ceilândia Norte e de Taguatinga Norte. Agora, os moradores da parte sul das cidades estão convidados para o debate. As reuniões deste sábado encerram as etapas locais da Conferência. Agora começa a etapa de discussão nos fóruns. Confira cronograma no link da Conferência.

Este é o momento de um diálogo franco entre a comunidade e o governo em que serão expostos os consensos e dissensos a respeito da formulação das políticas públicas para cada cidade. Entre os assuntos a serem debatidos estão a Lei de Uso e Ocupação do Solo— LUOS, o Código de Edificações e a definição das poligonais das Regiões Administrativas.

Conferências Locais

Ao todo, a Sedhab realiza 32 conferências locais: uma em cada cidade do Distrito Federal.

Para representar a população nas etapas seguintes, serão escolhidos delegados nas conferências locais. A escolha dos delegados respeitará a proporcionalidade definida pelo Ministério das Cidades, conforme disposto no Art. 17 da Resolução nº 10/2009, que aprovou o Regimento da 4ª Conferência Nacional.

Após as etapas nas cidades, serão realizados sete fóruns: um em cada Unidade de Planejamento Territorial (UPT). Sendo concluída com a Conferência Distrital das Cidades Extraordinária, prevista para dezembro.

Como resultado da conferência espera-se encontrar soluções legitimadas pela contribuição da população para os problemas que dificultam a implementação de diversas políticas públicas governamentais que afetam a vida de nossa cidade, o que garante maior responsabilidade social na implantação das ações governamentais que beneficiarão a população elaboradas e implementadas em conjunto.

Acompanhe as notícias da Conferência neste site.

Assessoria de Comunicação Sedhab