Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/03/13 às 20h31 - Atualizado em 3/01/19 às 11h01

GDF trabalha para aprontar a nova base cartográfica do DF

COMPARTILHAR

O Comitê de Geoinformações do Distrito Federal, Comgeo, se reuniu nesta quarta-feira (12/3), na sede da Sedhab, no Setor Comercial Sul. Os representantes do comitê, que reúne cerca de 25 órgãos da administração distrital, entre eles várias Secretarias do DF, participaram de uma oficina para conhecer normas de padronização na elaboração de bases cartográficas. É que o GDF está trabalhando sério para que até 2014 esteja pronta a nova base cartográfica do Distrito Federal, já que a atual, de 1997, está desatualizada e não reflete a nossa realidade territorial.

Para que a nova base seja elaborada, é necessário haver um padrão para produzir e modelar dados cartográficos. A padronização é fundamental  para o trabalho do GDF, pois servirá de referência a todas as Secretarias de Governo.  “O que acontece hoje? Uma secretaria contrata um dado geoespacial e esse dado não tem um padrão definido, e aí outra secretaria precisa usar esse dado e ele não se enquadra no banco dela. A gente precisa disso para todas as secretarias trabalharem de modo unificado”, explica Litz Mary Lima Bainy, Subsecretária de gestão de informações urbanísticas e territoriais da Sedhab.

Um  exemplo pratico do uso desses dados cartográficos padronizados pode ser dado com o trabalho da própria Sedhab. Na hora de regularizar determinada área que faz parte dos programas habitacionais, a Secretaria consulta o cadastro e verifica quantas escolas e postos de saúde existem na região e se há necessidade da construção de outros.

Na próxima segunda-feira, o GDF abre consulta pública para receber sugestões quanto a normas de padronização. Durante um mês, qualquer pessoa poderá opinar. Daqui a três meses, haverá licitação para a escolha de uma empresa privada que, com base na norma escolhida, produzirá a base cartográfica a partir de dados colhidos em imagens aéreas.