Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/02/20 às 8h40 - Atualizado em 17/02/20 às 11h14

Conplan recebe projeto preliminar da Arena BSB

COMPARTILHAR

Na primeira reunião de 2020, conselho recebe o presidente do Consórcio Arena BSB, Richard Dubois, e vários técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação

 

A apresentação do projeto preliminar da Arena BSB já foi feita pela equipe de profissionais da ARQBR Arquitetura e Urbanismo. Foram eles que elaboraram o projeto, vencedor do concurso arquitetônico, que transformará a área do complexo esportivo de Brasília em um grande centro de eventos, entretenimento e lazer.

 

Na primeira reunião de 2020 do Conselho de Planejamento Territorial e Urbano (Conplan), além dos conselheiros estiveram presentes o presidente do Consórcio Arena BSB, Richard Dubois, e vários técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) que, em breve, analisarão o projeto legal.

 

Coube ao arquiteto Éder Rodrigues de Alencar explicar o conceito utilizado. Segundo ele, foram respeitadas as escalas propostas por Lúcio Costa e a valorização da paisagem do Cerrado. O total da área construída será de 90 mil metros quadrados no entorno do Estádio Mané Garrincha. O complexo abrigará lojas, restaurantes, academias, praças e cinema. No local também haverá ciclovias e cerca de seis mil vagas para automóveis. 

 

Éder ressaltou que a maior responsabilidade agora é fazer com que o projeto se materialize. Ele destacou também a importância do papel do Conplan nessa discussão e diz ter ficado muito satisfeito com a receptividade. “Mostra que a nossa ideia de fazer um projeto que dialogasse com a cidade foi bem captado”, resumiu.

 

Para o secretário Desenvolvimento Urbano e Habitação, Mateus Oliveira, a apresentação representa o início de uma novidade no colegiado. “Até o ano passado os conselheiros só tinham acesso aos projetos na hora de deliberar. Agora, os projetos prioritários poderão vir ainda na fase inicial. O objetivo é que o conselho possa sugerir melhorias que venham a ser incorporadas ao projeto legal”, elogiou.

 

Um dos pontos que chamaram a atenção do colegiado foi a proposta de drenagem elaborada para a região. Outro ponto foi uma sugestão para que o complexo não se fechasse em si e apresentasse formas de se comunicar com áreas próximas, como o Centro de Convenções, o Autódromo de Brasília e outros equipamentos públicos.

 

“Essas considerações dizem respeito à integração deste complexo com a cidade, embora não tenha sido objeto do concurso. É muito importante essa discussão em um contexto mais amplo, e é uma coisa para a qual estamos atentos”, acrescentou Éder.

 

A expectativa é de que o projeto executivo esteja concluído até o final deste ano. O documento será encaminhado à aprovação das áreas técnicas da Seduh e, em seguida, apreciado pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Após essa fase de exames, volta para deliberação no Conplan.

169ª Reunião Ordinária Conplan

Acompanhe a Seduh nas redes sociais
@SeduhDF
@SeduhDF
@SeduhDF
seduhdf.comunicacao@gmail.com