Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/04/20 às 10h31 - Atualizado em 17/04/20 às 9h54

Decreto simplifica licenciamento de atividades econômicas em Macrozona Rural

COMPARTILHAR

Minuta da norma fica disponível para consulta pública e contribuições da sociedade civil de 9 a 23 de abril, no portal da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Habitação

 

Com o objetivo de tornar mais eficiente o rito de aprovação de atividades econômicas em Macrozona Rural, o Governo do Distrito Federal propõe regulamentar a aplicação dos artigos nº 81 e 82 do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (Pdot). Com isso, busca-se definir critérios objetivos para autorizar a instalação de atividades econômicas de natureza urbana em Macrozona Rural.

 

A minuta de decreto reorganiza o procedimento, de forma a garantir que a análise da Viabilidade de Localização seja feita sempre no estágio inicial dos processos de licenciamento. Na prática, isso significa mais segurança para o processo, uma vez que permite que a localização possa ser avaliada antes que se avance nas demais etapas do licenciamento.

 

A regulamentação garante ainda que as atividades de baixo impacto sejam autorizadas diretamente pela Administração Regional, sem a necessidade de manifestação da Seduh. Para isso, devem ser respeitados os requisitos ambientais e os critérios de porte e localização que constam das tabelas anexas à minuta de decreto.

 

No caso de atividades em que é previsto maior impacto, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação e a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural passam a ser consultadas quanto à possibilidade de implementação das empresas em imóveis rurais assim que o processo de licenciamento é iniciado.

 

A proposta é resultado de grupo de trabalho firmado com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a Secretaria de Estado de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e a Central de Aprovação de Projetos, por meio da Portaria Conjunta nº 14/2019.

 

Importante destacar que a proposta não veda nem inclui atividades permitidas em imóveis rurais, mas sim busca reorganizar o rito, os casos de indeferimento serão feitas a partir de análise da Seduh. O detalhamento do zoneamento de atividades em macrozona rural será feito no âmbito do processo de revisão do Pdot, já em andamento.

 

A minuta de decreto está disponível para consulta pública no site da Seduh, em Participação > Consultas Públicas > 2020.  O texto pode ser avaliado de 9 a 23 de abril.

 

A revisão do Plano Diretor é um trabalho conjunto entre governo e sociedade e será intensificado, a partir deste ano, com os trabalhos do Comitê de Gestão Participativa, que reúne entidades da sociedade civil organizada.

 

Leia também

Integrantes dos oito eixos temáticos da revisão do Pdot fazem primeira reunião conjunta

 

Acompanhe a Seduh nas redes sociais
@SeduhDF
@SeduhDF
@SeduhDF
seduhdf.comunicacao@gmail.com