Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/12/15 às 15h37 - Atualizado em 3/01/19 às 16h34

Diretrizes urbanísticas do Bernardo Sayão estão aprovadas

COMPARTILHAR

Próxima etapa é envio do projeto ao Conplan

Cerca de 8 mil pessoas estão mais perto da regularização de lotes com a aprovação das diretrizes urbanísticas do Setor Habitacional Bernardo Sayão, na região administrativa do Guará. A Portaria nº 61, com a decisão da Secretaria de Gestão do Território e Habitação, foi publicada em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal dessa sexta-feira (27).

As diretrizes urbanísticas definem, por exemplo, o quanto da área será destinado para equipamentos públicos, como hospitais e escolas, e para imóveis residenciais e comerciais, além dos tipos de atividade econômica permitidos. “[As diretrizes] orientam o projeto de regularização, por isso essa aprovação é importante”, diz o secretário de Gestão do Território e Habitação, Thiago de Andrade.

O processo, no entanto, não está no início. As diretrizes já são utilizadas na elaboração do projeto de regularização da área, que está na fase final. “Aguardamos apenas a licença ambiental, concedida pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram), para encaminharmos o documento ao Conselho de Planejamento Territorial e Urbano (Conplan)”, diz o diretor-técnico da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), Julio César Reis.

Obras

Se aprovado pelo Conplan, o projeto irá para registro em cartório. Depois dessa etapa, começarão as obras de infraestrutura no setor. O governo tem financiados R$ 66 milhões, provenientes da Caixa Econômica Federal, para pavimentação e drenagem.

Arniqueira

O Setor Habitacional Arniqueira deve ser o próximo a ter as diretrizes urbanísticas aprovadas pela pasta de Gestão do Território e Habitação. A área estava sendo analisada com o Bernardo Sayão, mas, devido a peculiaridades, o governo decidiu separar os processos.

Neste ano, foram aprovados pelo Conplan 13 projetos urbanísticos de parcelamentos, como os Trechos 1 e 3 de Vicente Pires.

Fonte: Agência Brasília

Mais informações

Facebook: sec.territorioehabitacaodf

Twitter: @Habitacao_DF

Youtube: Segeth Ascom