Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
15/02/23 às 10h13 - Atualizado em 10/03/23 às 14h10

Esplanada dos Ministérios terá calçadas com rotas acessíveis

 

Obra já foi licitada e inclui piso tátil, placas, plantio de árvores e baias nas paradas de ônibus

 

LEANDRO CIPRIANO

 

Calçadas terão mais acessibilidade para os pedestres

Os pedestres em Brasília serão beneficiados com a construção de rotas acessíveis nas calçadas da Esplanada dos Ministérios, que se estenderão por cerca de 6 km, começando a partir da Rodoviária do Plano Piloto. A obra já foi licitada e orçada em R$ R$ 7.009.179,71.

 

O projeto foi elaborado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), e a obra será executada pela Novacap. A iniciativa prevê mais acessibilidade e mobilidade aos servidores e turistas que transitam diariamente pelo local, com a revitalização das calçadas, novas placas informativas, a construção de baias para as paradas de ônibus, o plantio de árvores e a instalação de bancos, lixeiras e demais mobiliários urbanos.

 

A proposta contempla 14 mapas táteis – conjunto de técnicas construtivas para orientar as pessoas com as mais variadas necessidades visuais, a exemplo de pisos táteis, sinalizações conduzindo aos locais, rampas de acesso e placas com gravuras e endereços. Desta maneira, permitem que pessoas com deficiência visual, de baixa-visão ou mobilidade reduzida, por exemplo, movimentem-se com segurança nas rotas e possam se localizar com mais facilidade.

 

Rota se estenderá por cerca de 3 km na Esplanada

Próximo da chegada à Rodoviária do Plano Piloto também será consolidada uma rota acessível para melhorar a acomodação da travessia perto do Teatro Nacional Cláudio Santoro. A ideia é readequar o calçamento do passeio que conduz ao terminal, para atender ao grande volume de pedestres nos períodos de pico diários.

 

Além disso, os espaços de estar entre os ministérios e pontos de ônibus na Esplanada serão destacados com o plantio de árvores na cor amarela, para funcionar como marcação para as paradas de ônibus. O objetivo é introduzir mais vegetação no percurso, para fortalecer a identidade dos espaços públicos centrais de Brasília com mais paisagismo.

 

“A ideia é complementar o projeto idealizado por Lúcio Costa, respeitando todas as diretrizes e avaliações dos órgãos envolvidos, sem descaracterizar a Escala Monumental de todo o Conjunto Urbanístico de Brasília”, afirmou o subsecretário de Projetos e Licenciamento de Infraestrutura da Seduh, Vitor Recondo.

 

Calçadas serão revitalizadas e paradas de ônibus terão baias

Mobilização

 

A Novacap aguarda os ajustes técnicos com os órgãos envolvidos para a mobilização e início da obra.

 

O projeto contou com a participação de equipes técnicas de diversos órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF). Passou ainda pela avaliação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan-DF), que aprovou a iniciativa por meio dos pareceres técnicos n° 59/2012 e n° 120/2013, sendo revalidada pelo órgão em 2020.

 

Acompanhe a Seduh nas redes sociais
@SeduhDF
@SeduhDF
@SeduhDF
seduhdf.comunicacao@gmail.com