Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/06/13 às 17h25 - Atualizado em 3/01/19 às 11h50

FUNDHIS – Conselho aprova repasse de dinheiro para Expresso Habitação

O Conselho Gestor do Fundo Distrital de Habitação de Interesse Social – Fundhis aprovou, por unanimidade, nesta quinta-feira (27), o repasse de R$ 2,7 milhões para a compra de unidades móveis, denominadas Expresso Habitação – uma espécie de escritório móvel da Sedhab e da Codhab – que atenderá o cidadão na cidade onde reside.

“A aquisição facilitará o atendimento da Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano e da Companhia de Desenvolvimento Urbano, o que é indispensável aos programas Regularizou, é Seu! e Minha Casa Minha Vida/Morar Bem”, destacou o secretário adjunto da Sedhab e presidente substituo do Fundhis, Rafael Oliveira.  Atualmente, o Núcleo de Atendimento da Codhab recebe cerca de 20 mil pessoas por mês.

O Expresso Habitação contará com dois semirreboques, onde ficarão os escritórios, e um pequeno caminhão – responsável pelo transporte das unidades -, além de equipamentos complementares de comunicação e informática. Atendendo o público, haverá 17 servidores para cada uma das duas unidades, instaladas sempre em pontos opostos da cidade que estiver recebendo atendimento.  A expectativa é passar, no mínimo, 30 dias em cada região, mas dependerá da demanda de cada cidade.

Entre os objetivos do Expresso Habitação está descentralizar o atendimento, possibilitando maior acesso do cidadão à Sedhab/Codhab – inclusive aqueles com deficiência física-, já que ele poderá ser recebido na cidade onde mora. A medida também vai reduzir as filas no atendimento na sede da Codhab, no Setor Comercial Sul, facilitando, assim, o acesso da população à regularização de imóveis.

Após a aprovação pelo Fundhis, o próximo passo é a elaboração do edital de licitação. A expectativa é que até março de 2014 o Expresso Habitação esteja em funcionamento.

Fundhis — Criado pela lei complementar nº 762, de 23 de maio de 2008, o Fundhis centraliza e gerencia o dinheiro do orçamento destinado à implementação de programas e políticas habitacionais de interesse social, entre eles os voltados para aquisição, construção, conclusão, melhoria, reforma, locação social e arrendamento de unidades habitacionais em áreas urbanas e rurais.