Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/01/13 às 20h42 - Atualizado em 3/01/19 às 10h52

GDF assina primeiro contrato com BB visando construção de moradias

A cidade do Riacho Fundo II abrigará em breve cerca de seis mil novas moradias construídas no âmbito do programa habitacional Morar Bem. É o Riacho Parque. O empreendimento beneficiará famílias com renda mensal de até R$3,1 mil. Nesta terça-feira, 15/01, foi assinado contrato entre o GDF, Banco do Brasil e a JCGontijo Engenharia S.A —empresa selecionada, o que permite o início da construção. Este é o primeiro projeto habitacional no DF que conta com a participação do Banco do Brasil.

Serão construídos apartamentos de dois e três quartos em área com toda a infraestrutura urbana necessária: água encanada, esgoto, luz, asfalto. Cada unidade habitacional custará cerca de R$ 75 mil (de dois quartos) e cerca de R$ 85 mil (de três quartos). O valor do contrato, que inclui as unidades habitacionais e a infraestrutura, será de cerca de 460 milhões.

Os futuros moradores do empreendimento estão inscritos no Novo Cadastro da Habitação — uma das ferramentas do programa Morar Bem do Governo do Distrito Federal. As unidades habitacionais são financiadas por meio do programa federal Minha Casa, Minha Vida (MCMV). A expectativa é de que as primeiras unidades sejam entregues no início do segundo semestre de 2013.

“A presidenta Dilma assumiu o compromisso de lançar mais 2,5 milhões de unidades habitacionais dentro do Minha Casa, Minha Vida II no Brasil e, no DF, o governador Agnelo foi ousado no compromisso de lançar 100 mil moradias, por isso a importância das parcerias, como o Banco do Brasil”, afirmou o secretário de Habitação, Geraldo Magela.

O secretário enfatizou que “este é o ano das entregas das moradias”.

A secretária nacional de Habitação, Inês Magalhães, ressaltou os avanços no DF de contratações pelo Minha Casa, Minha Vida e destacou a participação do Banco do Brasil.

“Este é o primeiro empreendimento aqui com a participação do Banco do Brasil, que conta com uma equipe que tem buscado atender as demandas do Ministério das Cidades”, pontuou Inês Magalhães.

Na ocasião, a secretária nacional de Habitação mencionou os progressos do DF na contratação visando à construção de moradias dentro do programa MCMV.

Para o vice-presidente de Governo no Banco do Brasil, César Borges, “o Banco do Brasil mesmo atuando na iniciativa privada tem o pilar público e, por isso, tem imbuído a missão de apoio aos governos”.

Já o representante da empresa vencedora, José Celso Gontijo, falou da satisfação em poder ajudar no desenvolvimento do DF. “A pessoa com casa e endereço passa a ser cidadã”, afirmou o empresário.

“Hoje é dia de comemorar”, comemorou o governador Agnelo Queiroz. Este empreendimento representa além da moradia, emprego e renda para a nossa cidade. Agnelo também enfatizou que o projeto a ser construído em área nobre da cidade de Riacho Fundo II já será atendido com a estrutura de transporte do Expresso DF Sul, que ligará Gama, Santa Maria, Park Way e o Entorno Sul ao Plano Piloto.

Morar Bem

No Distrito Federal, o GDF, por meio da Sedhab, implantou o programa Habitacional Morar Bem, que tem por objetivo o financiamento da moradia própria — por meio do Programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal. Os apartamentos serão construídos em áreas do Governo do Distrito Federal em bairros com rua asfaltada, água encanada, luz e escritura.

De acordo com a Lei 3.877/2006, que dispõe sobre a Política Habitacional do Distrito Federal, pode participar dos programas habitacionais de interesse social o interessado que atender aos seguintes requisitos, entre eles: residir no Distrito Federal nos últimos cinco anos; não ser, nem ter sido proprietário, promitente comprador ou cessionário de imóvel residencial no Distrito Federal; não ser usufrutuário de imóvel residencial no Distrito Federal e ter renda familiar de até doze salários mínimos.

As unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida são em cidades com infraestrutura completa: rua asfaltada, água encanada, luz e escritura no seu nome. Todos os beneficiários estão inscritos no Novo Cadastro da Habitação. Mais informações no site: www.morarbem.df.gov.br.

Empreendimentos lançados

A Sedhab a Codhab já lançaram mais de 70 mil unidades habitacionais nas cidades Planaltina, Recanto das Emas, Itapoã, Riacho Fundo II, São Sebastião (Jardins Mangueiral), Paranoá, Gama, Samambaia, Santa Maria e Sobradinho.