Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/05/13 às 14h33 - Atualizado em 3/01/19 às 11h41

GDF inaugura o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha

COMPARTILHAR

1.027 dias depois da demolição da estrutura do antigo estádio, o Governo do Distrito Federal inaugurou no dia 18/05 (sábado), o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Cerca de 15 mil trabalhadores passaram pelo canteiro de obras. Com área total de 1,6 milhão de metros quadrados, o mais novo monumento arquitetônico do DF terá capacidade para 71 mil torcedores.

A solenidade de inauguração contou com a presença da presidenta da República, Dilma Rousseff que, ao lado do governador Agnelo Queiroz, deu o pontapé inicial no meio do campo. A presidenta ainda fez fotos com operários no centro do gramado. Após descerrar a placa de inauguração, Dilma destacou que o Brasil vem demonstrando a sua capacidade em realizar grandes obras.

“Até um ano atrás diziam que não conseguiríamos construir os estádios, que eles não ficariam prontos. Pois o que estou vendo são estádios modernos e de qualidade sendo entregues. Essa é uma demonstração da capacidade que nós, brasileiros, temos de juntos, realizar o que muitos pessimistas de plantão sempre dizem que não somos capazes”, afirmou a presidenta.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, revelou a sua preferência pelo o novo Mané Garrincha. “Brasília entrega hoje, ao Brasil, o mais belo estádio da Copa do Mundo de 2014. O Mané Garrincha está à altura do sonho de todos aqueles que imaginaram a capital no coração no país”, elogiou.

Já o governador Agnelo Queiroz fez questão de render homenagens aos operários, engenheiros, arquitetos e colaboradores envolvidos na obra. “Agradeço a todos vocês pelo empenho que aqui foi feito em nome do povo de Brasília. Depois de 50 anos da construção de Brasília, milhares de operários se encontraram e se dedicaram 24 horas por dia para levantar esse estádio”, destacou o governador.

O secretário interino de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano, Rafael Oliveira esteve presente na solenidade de inauguração. O evento teve a presença maciça de autoridades do GDF, do Governo Federal, parlamentares e do corpo diplomático instalado na capital federal.

Projetos da Sedhab – Técnicos da Sedhab elaboraram projetos voltados para a acessibilidade, mobilidade urbana e paisagismo para a Copa do Mundo de 2014.

No quesito acessibilidade, o GDF construirá calçadas no Eixo Monumental, Esplanada dos Ministérios e Zona Central do Plano Piloto visando atender as pessoas com deficiência visual e de locomoção. Essas calçadas ficarão prontas antes do início da Copa. O projeto segue as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, que determina a forma de como as calçadas devem ser construídas para facilitar o trânsito de pessoas que possuem limitações.

Uma das formas de melhorar a mobilidade urbana se dará com as ciclovias. O GDF vem desde o ano passado trabalhando para implantar 600 quilômetros de ciclovia em todo o DF. Os primeiros trechos já foram entregues. A região central do Plano Piloto terá uma ciclovia que vai da Esplanada dos Ministérios, passando por todo o Eixo Monumental até chegar a Estrada Parque de Indústria e Abastecimento – EPIA. São 15 quilômetros de ida e volta entre a rodovia e o Congresso Nacional. A previsão é que esteja pronta em dezembro.

Como a capital federal é reconhecida pela sua abundância em áreas verdes, serão realizadas intervenções paisagísticas em sua área central. Próximo a Torre de TV será implantado o Parque Esplanada da Torre que foi projeto pelo Escritório Burle Marx do Rio de Janeiro. Brasília tem uma divisão de acordo com a tonalidade das flores e tipos de árvores que foi elaborada por técnicos da Sedhab e da Novacap. Em junho do ano que vem, mês em que a Copa terá início, poderão ser vistas as flores dos ipês brancos na avenida L2. Durante a Copa do Mundo, a cidade deverá ter o colorido das flores dos cambuís e das sibipirunas, amarelas como a camisa da seleção brasileira.