Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/07/13 às 19h35 - Atualizado em 3/01/19 às 11h50

GRUPOHAB – Primeira reunião ocorreu nesta segunda-feira

COMPARTILHAR

O Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais (Grupohab), vinculado à Sedhab – Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Habitacional, se reuniu pela primeira vez nesta segunda-feira (8), para apresentação do grupo – formado por representantes de órgãos do governo -, e da proposta de trabalho.

O objetivo do Grupohab é centralizar e dar agilidade à tramitação dos projetos de parcelamento do solo para moradia e à construção, por meio do programa habitacional Minha casa Minha Vida / Morar Bem, de núcleos habitacionais previstos no Plano Diretor de Ordenamento Territorial do Distrito Federal – PDOT.

“Nem na época da construção de Brasília tivemos uma meta tão ousada de ter 100 mil unidades habitacionais em produção. Nós devemos, nos próximos 60 a 90 dias, concluir a licitação das 100 mil unidades habitacionais. Já temos cerca de 20 mil em construção, mas para o processo andar e as outras 80 mil serem construídas, dependemos do trabalho deste grupo”, destacou o secretário de Habitação, Geraldo Magela.

As reuniões do Grupohab ocorrerão, incialmente, três vezes por semana. A próxima está marcada para quarta-feira (10), às 10h, quando será iniciada a discussão sobre os parcelamentos do Itapoã Parque e da Vargem da Bênção.

Saiba mais

O Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) publicou no dia 24 de junho deste ano o Decreto nº 34.476, de 21 de junho de 2013, que criou o Grupohab, com duração de 12 meses.

O grupo é constituído por representantes da Sedhab, Secretaria de Obras, Semarh – Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Codhab – Companhia de Desenvolvimento Habitacional, Ibram – Instituto Brasília Ambiental, Caesb – Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal, Ceb – Companhia Energética de Brasília, Novacap – Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil  e Terracap – Companhia Imobiliária de Brasília.

Leia também...