Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/05/20 às 17h08 - Atualizado em 13/05/20 às 10h32

Mapeamento de riscos no licenciamento de obras é apresentado nesta terça (12)

COMPARTILHAR

Resultado da Política de Gestão de Riscos na Seduh, estudo pode embasar decisões relacionadas ao dia-a-dia da análise de processos na CAP

 

O mapeamento de riscos e as medidas necessárias para mitigá-los no processo de licenciamento de obras foram apresentados, nesta terça-feira (12), ao Comitê Interno de Governança da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação. O encontro ocorreu por videoconferência.

 

O detalhamento é um dos primeiros resultados da adoção da chamada Gestão de Riscos no âmbito da Seduh. Constam dele a análise do fluxo do licenciamento de obras, executado pela Central de Aprovação de Projetos (CAP), e as intercorrências que podem surgir da atividade. Com isso, a área técnica pode estabelecer medidas que previnam e combatam eventuais distorções.

 

De forma ampla, a Gestão de Riscos permite aumentar a eficiência em processos desempenhados pela Secretaria.

 

No caso da CAP, a primeira subsecretaria a ter aplicada a metodologia, foram feitas reuniões com os servidores para debater o tema. “Um dos ganhos que percebemos com o trabalho foi uma maior integração entre as áreas da Central, a oportunidade de implementar melhorias e o fomento à cultura da Gestão de Riscos”, explica a chefe da Assessoria de Gestão Estratégica e Projetos (Agepro), Flávia Demartini.

 

O diagnóstico favorece, ainda, o trabalho de gestão na CAP, como detalha o subsecretário Ricardo Noronha. “Com a correria do dia-a-dia, nem sempre a gente consegue enxergar todos os riscos envolvidos nos processos. Por meio de alguns ajustes é possível melhorar muito a condução do trabalho”, avalia.

 

Uma vez feito o mapeamento, o Comitê Interno de Governança passa, então, ao debate sobre quais riscos são prioritários ao enfrentamento e como devem ser mitigados. A implementação da Gestão de Riscos na Seduh decorre de uma parceria com a Controladoria Geral do Distrito Federal e está definida por meio da Portaria nº12, de 31 de janeiro de 2020.

 

Leia também

Seduh inicia trabalhos do Comitê Interno de Governança Pública

 

Acompanhe a Seduh nas redes sociais
@SeduhDF
@SeduhDF
@SeduhDF
seduhdf.comunicacao@gmail.com