Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/03/15 às 21h03 - Atualizado em 3/01/19 às 16h18

Secretário participa de encontro com IAB

COMPARTILHAR

Evento discutiu questões relacionadas à cidade

Buscar alternativas criativas para resolver questões relacionadas ao planejamento urbano, à segregação social e à preservação do patrimônio arquitetônico de Brasília são, segundo Thiago de Andrade, alguns dos muitos desafios de sua gestão à frente da Secretaria de Estado de Gestão do Território e de Habitação (Segeth). A observação foi feita em palestra realizada na noite da última sexta-feira (27) no departamento do Instituto dos Arquitetos do Brasil no Distrito Federal – IAB-DF. A palestra fez parte do ciclo “Leituras de Brasília”, promovido pelo IAB-DF para fomentar debates interdisciplinares sobre a cidade, com a participação de pensadores das mais diversas áreas de conhecimento, como arquitetura e urbanismo, sociologia, geografia e artes para discutir questões relacionadas à Brasília, como patrimônio, especialização e segregação social.

Durante quase quatro horas, o secretário fez uma exposição dos principais projetos e metas de sua gestão, que teve início em janeiro de 2015, e respondeu a perguntas do púbico que lotou o galpão do IAB-DF. Entre os vários pontos abordados, Andrade destacou a necessidade urgente da promoção de debates sobre questões relacionadas à densidade urbana no Distrito Federal.

Segundo ele, historicamente o déficit habitacional no Distrito Federal é encarado de uma perspectiva pragmática de construir cada vez mais unidades habitacionais. “O problema do déficit habitacional não se resolve apenas com a construção e oferta de novas unidades habitacionais. É preciso pensar em alternativas como, por exemplo, o fornecimento de assistência técnica para solucionar problemas de habitações precárias e coabitações, que também constituem fatores concorrentes para o déficit habitacional”, defendeu o secretário.

Thiago de Andrade se declarou, ainda, favorável à participação popular na formulação das políticas públicas de habitação. Nesse sentido ele anunciou a criação do Conselho Consultivo de Preservação e Planejamento Metropolitano do Distrito Federal, que tem por finalidade contribuir no processo decisório e na implementação das políticas de preservação e de planejamento metropolitano.