Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/02/14 às 14h14 - Atualizado em 3/01/19 às 15h12

Sedhab e Codhab realizam primeira reunião com futuros moradores do Paranoá Parque

COMPARTILHAR

 

A Sedhab – Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional – Codhab promoveram neste sábado (22) uma reunião com cerca de 200 futuros moradores do Paranoá Parque. O evento ocorreu no Centro de Convenções Ulysses Guimarães e teve como objetivo apresentar o programa Minha Casa, Minha Vida/Morar Bem, esclarecer sobre o processo de aquisição do imóvel, como é feita a classificação e os critérios de acesso ao programa.

“Nessa reunião os moradores vão saber quanto vão pagar pelo imóvel, onde irão morar, como será a criação do condomínio e vários outros assuntos. Este trabalho técnico social é muito importante para a realização da casa própria”, disse o secretário de Habitação, Geraldo Magela. O Paranoá Parque é um empreendimento para famílias faixa um, com renda mensal até R$ 1,6 mil.

Durante a reunião, o secretário de Habitação, Geraldo Magela, anunciou que no dia 22 de março será entregue a primeira quadra do Paranoá Parque. O empreendimento terá 6.240 apartamentos, divididos em 390 blocos de quatro pavimentos (térreo mais três). Cada bloco terá 16 unidades habitacionais, com 46 metros quadrados, dois quartos, sala, banheiro e cozinha e área de serviço.

O cadeirante Jairon Vieira, que paga R$ 400 de aluguel em Planaltina, não vê a hora de entrar no novo apartamento. “É um sonho ter a casa própria para morar com meu filho, ter segurança e sair do aluguel”, disse.

O mesmo sonho acalenta Solange Machado, que tem 5 filhos e mora em uma casa cedida em Sobradinho. “Toda a minha a família está torcendo para que o apartamento seja entregue bem rápido”, disse.

As obras de infraestrutura no Paranoá Parque custarão cerca de R$ 45 milhões. São recursos destinados a implantação de água encanada, esgoto, luz, iluminação pública, drenagem pluvial, pavimentação, calçadas e meios fios. Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) voltado ao Minha Casa, Minha Vida.

Saiba mais

Para participar do Programa Minha Casa, Minha Vida/Morar Bem é preciso estar inscrito no Novo Cadastro da Habitação — uma das ferramentas do Programa Morar Bem. Ao todo foram 375.960 candidatos inscritos, sendo 323.015 na Relação de Inscrição Individual (RII) e 52.945 na Relação de Inscrição por Entidade (RIE) – indicadas por cooperativas.