Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/02/17 às 16h50 - Atualizado em 4/01/19 às 8h56

Segeth participa da entrega da Medalha do Mérito Buriti

Servidora Eliete Goés entre as premiadas

Na última terça-feira (21), 133 servidores públicos locais receberam a Medalha do Mérito Buriti. A honraria é um reconhecimento ao trabalho de pessoas que contribuíram para melhorar a produtividade ou reduzir os gastos públicos do DF.

Pela Secretaria de Gestão do Território e Habitação (Segeth), a servidora Eliete Ferreira da Silva Góes, chefe da Assessoria Técnica de Órgãos Colegiados, recebeu a honraria das mãos do governador Rodrigo Rollemberg.

A servidora foi homenageada por seu trabalho à frente da área. Só no ano de 2016, a Ascol realizou 151 reuniões entre câmaras técnicas, conselhos e audiências públicas. Uma média de três reuniões por semana. “Eu me sinto motivada, porque sinto que represento toda a categoria de servidores concursados. É importante saber que o servidor público tem este destaque perante o governo. E o primordial é a gente saber porque a partir disso, as pessoas que estão a sua volta também se motivam”, lembra a analista de políticas públicas e gestão governamental que trabalha há 11 anos no governo.

Eliete ainda lembra da importância do trabalho da Ascol. “Foi nesta gestão que Assessoria de Órgãos Colegiados ganhou este formato, de uma assessoria voltada para dar suporte aos conselhos, câmaras técnicas e audiências. Nós somos a uma peça da engrenagem desta máquina que tem o intuito de dar visibilidade e ter ainda mais a participação social nas decisões governamentais que trazem melhorias para população do Distrito Federal”, diz.

Além de Eliete, que chefia a Ascol, hoje a equipe da assessoria é formada pelos servidores Mauro Sérgio, Yula Moura, Sandra Luiza Monteiro Figueira e Sandra Sirlene Sauer Flesch.

Medalha do Mérito Buriti

A Medalha do Mérito Buriti é uma tradição no Distrito Federal. Na década de 1970, foi editado o Decreto nº 1.488, que instituiu a congratulação para servidores com o mínimo de dez anos de efetivo exercício. O último evento para condecorações ocorreu em 2010, quando um novo texto publicado atualizou o primeiro.

O decreto determina que a medalha seja destinada a servidor “sem qualquer falta ou punição, que tenha desempenhado suas funções de modo relevante, demonstrando dedicação e zelo pelo serviço público ou por ter contribuído com sugestões, planos e projeto, não elaborados em decorrência de suas funções e que visem proporcionar aumento de produtividade, melhor racionalização ou economia dos gastos públicos”.

Siga nossas redes

Facebook: sec.territoriohabitacaodf

Twitter: @Habitacao_DF

Youtube: Segeth Ascom

Web: www.segeth.df.gov.br