Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/09/12 às 14h30 - Atualizado em 3/01/19 às 9h56

ANO DE VALORIZAÇÃO — Seminário discutirá políticas públicas para a preservação de Brasília como Patrimônio Cultural

COMPARTILHAR

A Secretaria de Cultura deu início nesta segunda-feira (10/09) à primeira parte do seminário Políticas de Preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro. O objetivo do evento, que segue até sexta-feira (14), é discutir as políticas públicas voltadas à valorização e à preservação de Brasília como Patrimônio Cultural da Humanidade. A inciativa integra o projeto 2012 – Ano de Valorização de Brasília como Patrimônio Cultural da Humanidade.

O debate foi dividido em dois momentos. De hoje até quarta-feira (12), data da abertura oficial do evento, representantes de instituições estaduais de preservação do patrimônio se reunirão, no Hotel Mercure, para propor ações conjuntas de preservação do patrimônio cultural brasileiro. Durante o encontro, será elaborado documento para ser apresentado na segunda etapa do seminário.

De 12 a 14 deste mês, no auditório do Museu Nacional, ocorrerá a segunda parte do seminário, que inclui palestras e mesas de debates. O objetivo será promover amplo debate sobre a preservação do patrimônio cultural brasileiro e a gestão do patrimônio cultural local.

Participarão do encontro representantes da sociedade civil, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco),do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), das secretarias de Cultura estaduais, da secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano do DF (Sedhab), da Universidade de Brasília (UnB) e instituições públicas – entre autarquias e fundações – de outros estados, como Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Paraíba.

Novo órgão – No dia 13, a mesa de debate Perspectivas para a preservação do Patrimônio Cultural do DF trará à tona a discussão de uma demanda, existente há 25 anos, pela criação de um órgão específico no Distrito Federal que trate do tema. Os secretários de Cultura, Hamilton Pereira, e de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano, Geraldo Magela, participarão do debate mediado pela deputada distrital Arlete Sampaio.

O subsecretário do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural da Secretaria de Cultura do DF, José Delvinei dos Santos, lembrou que, em 1984,foi criado em Brasília um grupo de trabalho: O GT Brasília. O grupo elaborou o relatório apresentado à Unesco que concedeu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade à capital federal.

“Quando propomos a criação dessa instituição, queremos um órgão que chame a responsabilidade para si. Buscamos retomar essa discussão que constava do documento que originou o tombamento. Temos hoje no âmbito do GDF cinco entidades responsáveis pela preservação do patrimônio: Secretaria de Cultura, Sedhab, Administração Regional de Brasília, Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) e Iphan. Precisamos de um órgão específico”, defendeu o subsecretário José Delvinei.

• Veja aqui a programação e a ficha de inscrição

Fonte: Cinara Lima, da Agência Brasília

Leia também...