Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/10/11 às 3h00 - Atualizado em 3/01/19 às 9h26

CONFERÊNCIA DAS CIDADES — Mais de mil pessoas participaram das conferências locais

Com o lema “Vamos pensar juntos a sua cidade”, a Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano (Sedhab) realizou, neste sábado (31/10), oito conferências locais. A população de Santa Maria, Gama, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Brasília, Cruzeiro, Candangolândia e Sudoeste/Octogonal teve a oportunidade de apresentar os problemas e as necessidades da sua cidade, por meio de um diálogo franco e democrático.

“Com essas conferências, nosso objetivo é pensar o hoje e organizar o amanhã. Por isso, queremos ouvir a população, de forma que o governo possa propor soluções adequadas para cada cidade. É uma parceria, uma oportunidade para que juntos possamos planejar o Distrito Federal”, disse o secretário Geraldo Magela.

Mais de 700 pessoas participaram das conferências em Santa Maria, Gama, Recanto das Emas e Riacho Fundo II, com destaque principalmente para poligonais em Santa Maria e Recanto das Emas; lei de uso e ocupação do solo no Gama; e no Riacho Fundo II, formação e participação da comunidade nos conselhos.

Já na área Central, que envolve as cidades de Brasília, Cruzeiro, Candangolândia e Sudoeste/Octogonal, o debate se concentrou em torno do Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCUB) e do Código de Edificações. A regularização da Granja do Torto; a transferência de titularidade da Vila Planalto e a revisão de normas de uso para construção na Vila Telebrasília também estiveram em pauta.

No próximo sábado (05/10) se encerram as Conferências Locais com a realização da segunda etapa em Taguatinga e Ceilândia, que por suas características socioeconômicas, terão duas conferências.

Conferências Locais

Ao todo, a Sedhab vai realizar 32 conferências locais: uma em cada cidade do Distrito Federal. Por suas características socioeconômicas serão realizadas duas conferências em Taguatinga e Ceilândia.

Para representar a população nas etapas seguintes, serão escolhidos delegados nas conferências locais. A escolha dos delegados respeitará a proporcionalidade definida pelo Ministério das Cidades, conforme disposto no Art. 17 da Resolução nº 10/2009, que aprovou o Regimento da 4ª Conferência Nacional.

Após as etapas nas cidades, serão realizados sete fóruns: um em cada Unidade de Planejamento Territorial (UPT). Sendo concluída com a Conferência Distrital das Cidades Extraordinária, prevista para dezembro.

Como resultado da conferência espera-se encontrar soluções legitimadas pela contribuição da população para os problemas que dificultam a implementação de diversas políticas públicas governamentais que afetam a vida de nossa cidade, o que garante maior responsabilidade social na implantação das ações governamentais que beneficiarão a população elaboradas e implementadas em conjunto.

Acompanhe o andamento das reuniões e todo o cronograma neste site.

Assessoria de Comunicação Sedhab